Uber Eats deixa de operar no Brasil a partir de 8 de março

Atualmente o aplicativo já não aceita mais pagamentos em dinheiro

Uber Eats deixa de operar no Brasil a partir de 8 de março
Apesar do encerramento do Uber Eats, a companhia manterá o aplicativo com foco nos serviços de entrega de supermercado, por meio da Cornershop, hoje disponível em mais de 100 cidades brasileiras. - Foto: Reuters

Uber Eats anunciou nesta quinta-feira (6) o fim de suas atividades no Brasil a partir do dia 8 de março, após cinco anos de operação. Atualmente o aplicativo já não aceita mais pagamentos em dinheiro.

Apesar do encerramento do Uber Eats, a companhia manterá o aplicativo com foco nos serviços de entrega de supermercado, por meio da Cornershop, hoje disponível em mais de 100 cidades brasileiras. Além disso, continuará com Uber Flash, de entregas rápidas por motoristas do aplicativo, e Uber Direct, de entrega de lojas diretamente aos clientes, no mesmo dia.

“Nosso principal objetivo daqui para frente será oferecer acesso à seleção de supermercados, lojas especializadas, pet shops, floriculturas, lojas de bebidas e outros artigos no aplicativo”, informou a empresa em nota.

A liderança do mercado de delivery de restaurantes no país é do iFood, com 70% de participação. Com a saída do Uber deste segmento, a colombiana Rappi segue como principal concorrente. 

Maringa.Com