UEM retoma aulas presenciais a partir de 17 de janeiro

Retomada seguirá protocolos de biossegurança elaborados pelo Comitê Covid-19 da Universidade Estadual de Maringá

UEM retoma aulas presenciais a partir de 17 de janeiro
Na reunião também foi decidido que, a fim de recuperar a carga horária que não foi ofertada durante o ensino remoto, os cursos poderão disponibilizar até 20% da carga horária das disciplinas no formato a distância. - Foto: Divulgação UEM

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEP) da Universidade Estadual de Maringá (UEM) aprovou nesta quarta-feira (17) a retomada de aulas presenciais do segundo semestre do ano letivo de 2021 para as graduações em janeiro do ano que vem.

De acordo com o Parecer 027/2021 da Câmara de Graduação, Extensão e Educação Básica e Profissional (CGE), o retorno será gradual: início no dia 10 de janeiro de 2022, de forma remota, para viabilizar a organização dos câmpus para receber os alunos e professores após o recesso de fim de ano; presencialmente, retorno em 17 de janeiro para as turmas a partir dos segundos anos; e em 31 de janeiro para os calouros, ou seja, as turmas de primeiro ano.

Na reunião também foi decidido que, a fim de recuperar a carga horária que não foi ofertada durante o ensino remoto, os cursos poderão disponibilizar até 20% da carga horária das disciplinas no formato a distância.

HISTÓRICO – Com o surto da pandemia de Covid-19, não apenas a UEM, mas todas as universidades do País necessitaram substituir as atividades presenciais por remotas fazendo uso das tecnologias digitais e da Internet. Dessa forma, o CEP aprovou a Resolução 006/2020, que autorizou o Ensino Remoto Emergencial (ERE) na universidade a fim de retomar o calendário acadêmico de disciplinas presenciais, suspensas desde 7 de maio de 2020.

Neste período foi implantada a Comissão de Acompanhamento, que aprovou parâmetros para retomada das diversas atividades didáticas presenciais na universidade, tendo como base a matriz de risco epidemiológico do município de Maringá.

CURSOS DA SAÚDE – A retomada gradual das aulas presenciais se deu desde 2020, com a publicação da Resolução 017/2020 admitindo-se o retorno das atividades letivas presenciais para os dois últimos anos dos cursos do Centro de Ciências da Saúde (CCS), seguindo as diretrizes da Secretaria de Estado da Saúde do Paraná.

Além dessas turmas, com a Resolução 024/2021-CEP, 30% dos demais anos dos cursos de  Biomedicina, Enfermagem, Medicina, Farmácia, Odontologia puderam retornar presencialmente, seguindo os protocolos de biossegurança.

Hoje a UEM oferece 32 disciplinas práticas profissionalizantes, na modalidade presencial, aos cursos de graduação, além do internato 1 e 2 para o curso de Medicina.

Agência Estadual de Notícias