Vacinação contra covid-19 segue destinada a imunossuprimidos e adolescentes com comorbidades

É obrigatório apresentar declarações no ato da vacinação, além de documento pessoal com foto, carteira de vacinação e comprovante de residência em Maringá

Vacinação contra covid-19 segue destinada a imunossuprimidos e adolescentes com comorbidades
As pessoas com dificuldade de mobilidade serão vacinadas no carro. - Foto: Divulgação

Nesta terça-feira, 5 de outubro, a vacinação contra covid-19 é destinada a adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades, deficiência permanente, gestantes e puérperas. É obrigatório apresentar declarações no ato da vacinação, além de documento pessoal com foto, carteira de vacinação e comprovante de residência em Maringá. Gestantes devem entregar também prescrição médica. A vacinação tem inicio a partir das 13 horas. 

Também segue a aplicação de 3ª dose em pessoas com 70+ com 2ª dose aplicada com mais de 180 dias e pessoas com alto grau de imunossupressão com 2ª dose aplicada com mais de 28 dias. Este público deve apresentar comprovações como declaração médica, receita, exames ou encaminhamento.

São pessoas imunossuprimidas aquelas com imunodeficiência primária grave, quimioterapia, transplantados de órgão sólido ou células-tronco, pessoas com HIV/Aids, corticoide em dose maior ou igual a 20mg/dia por mais de 14 dias, drogas modificadoras da resposta imune, doenças intestinais inflamatórias, hemodiálise e doenças imunomediadas inflamatórias crônicas). Este público deve apresentar comprovações como declaração médica, receita, exames ou encaminhamento.

As pessoas com dificuldade de mobilidade serão vacinadas no carro. Basta estacionar em frente a Unidade Básica de Saúde e sinalizar para equipe da UBS. Os idosos acamados são vacinados nas residências pela equipes da Secretaria Saúde. As famílias dos idosos precisam solicitar a necessidade na unidade mais próxima de sua residência.

IMPORTANTE - A dose de reforço vale para pessoas com 70+ e imunossuprimidos que tenham tomado as duas primeiras doses de Pfizer (imunizante que será aplicado amanhã) ou de outro fabricante. Ou seja, mesmo quem tomou Coronavac ou Astrazeneca deve tomar o reforço da Pfizer. Todos devem apresentar documento com foto, CPF e carteira de vacinação.

A segunda dose segue destinada para todos os públicos. Confira na caderneta de vacinação se já chegou o momento de receber a imunização completa. Leve o documento pessoal com foto e carteira de vacina. 

Confira os locais de vacinação:

1ª DOSE - Adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidade

Horário: 9 às 16 horas

  • UBS Zona 7
  • UBS Aclimação
  • UBS Alvorada III
  • UBS Cidade Alta
  • UBS Ney Braga
  • UBS Parigot de Souza

3ª DOSE - Pessoas com mais de 70 anos

Horário: 9 às 16 horas

  • UBS Floriano (com agendamento)
  • UBS Aclimação
  • UBS Alvorada III
  • UBS Império do Sol
  • UBS Grevíleas
  • UBS Universo
  • UBS Cidade Alta
  • UBS Olímpico

Horário: 9 às 17 horas

  • UBS Iguatemi
  • UBS Guaiapó-Requião
  • UBS Pinheiros
  • Policlínica Zona Sul
  • UBS Iguaçu
  • UBS Tuiuti
  • UBS Mandacaru

3ª DOSE - Imunossuprimidos

Horário: 9 às 17 horas

  • UBS Iguaçu
  • UBS Mandacaru
  • UBS Pinheiros
  • Policlínica Zona Sul
  • UBS Tuiuti

2ª DOSE - Todos os públicos

AstraZeneca

Horário: 9 às 16 horas

  • UBS Floriano
  • UBS Império do Sol
  • UBS Grevíleas
  • UBS Universo
  • UBS Olímpico
  • UBS Morangueira
  • UBS Vila Operária

Horário: 9 às 17 horas

  • UBS Iguatemi

Pfizer

Horário: 9 às 16 horas

  • UBS Morangueira
  • UBS Internote
  • UBS Vila Operária
  • UBS Universo

Horário: 9 às 17 horas 

  • UBS Pinheiros
  • UBS Tuiuti
  • UBS Iguaçu
  • Policlínica Zona Sul
  • UBS Mandacaru

Coronavac

Horário: 9 às 17 horas

  • UBS Iguaçu

Horário: 9 às 16 horas 

  • UBS Zona 7
  • UBS Alvorada III
  • UBS Império do Sol
  • UBS Vila Operária
  • UBS Morangueira

VACINÔMETRO - Maringá tem 313.541 pessoas vacinadas com a primeira dose e 9.319 com a dose única (adultos e adolescentes de 17 anos). São 226.886 vacinados com a 2ª dose, o que representa 66% da população adulta. Em relação aos adolescentes entre 12 e 17 anos, 3.483 doses foram aplicadas, equivalente a 13% deste público. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (4).

Maringa.Com