CIDADE

Município vai enviar Projeto à Câmara doando terreno para Casa de Detenção Provisória

A Prefeitura de Maringá está preparando o Projeto de Lei que deverá ser entregue até o dia 14 de outubro junto à Câmara Municipal doando um terreno de 20 mil metros quadrados nas proximidades da Penitenciária Estadual de Maringá para a construção da Casa de Detenção Provisória, com 900 vagas para presos que aguardam julgamento.

Segundo o Procurador Geral do Município Walter Toledo do Valle a construção da Casa de Detenção vai solucionar o problema da super lotação do Cadeião da 9º SDP, localizado na região do Mandacaru, que possui capacidade para 120 presos e hoje abriga 380.

A informação foi repassada na tarde de hoje a uma comissão liderada pelo Presidente do Conselho Comunitário de Segurança de Maringá, Jéferson Luiz Calderelli, que entregou ao procurador o Ofício 5918/04 da Vara deExecuções Penais.

No ofício, assinado pela Promotora de Justiça da Vara de Execuções Penais Valéria Seyr e pelo Juiz de Direito da mesma Vara, Alexandre Kozechen, o procurador do município foi informado oficialmente que o governador Roberto Requião irá liberar entre R$ 7 a R$ 8 milhões para a construção

da Casa de Detenção Provisória de Maringá.

Calderelli estava acompanhado de quatro juízes estaduais, cinco promotores e membros do Conselho Comunitário de Segurança.
PMM