Secretaria de Cultura lança dois editais artísticos com incentivo às artes maringaenses

O primeiro edital reconhece a trajetória cultural de Maringá e o segundo se refere a Bolsas de Pesquisas e Fazer Artístico Cultural

Fotografia tirada de um teatro cheio de pessoas assistindo à apresentação de um músico sentado com o violão em mãos.
Os dois editais, juntos, totalizam verba de 460 mil reais. - Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Cultura com recursos federais da Lei Aldir Blanc lançou dois editais de fomento à arte que totalizam o valor de R$ 460 mil. O primeiro edital reconhece a trajetória cultural de Maringá e o segundo se refere a Bolsas de Pesquisas e Fazer Artístico Cultural.

“No primeiro edital, buscamos a valorização dos artistas e produtores culturais de Maringá. No segundo, decidimos incentivar as novas formas de trabalhos, linguagens e afins”, explicou o secretário de Cultura, Victor Simião.

O Prêmio de Reconhecimento por Trajetória Cultural em Maringá distribuirá 44 prêmios com investimento de R$ 220 mil, sendo R$ 5 mil para cada vencedor. As categorias são Artes Cênicas (6), Arte Popular (4), Arte Urbana (4), Artes Visuais (4), Audiovisual (4), Dança (3), Gestão e Produção Cultural (3), Literatura e Leitura (4), Música (10) e Patrimônio Cultural (2).A abertura dos envelopes será no dia nove de novembro, às 14 horas.

O edital das 48 Bolsas de Pesquisas e Fazer Artístico Cultural tem como foco os produtos criativos que possam ser apresentados de forma virtual. O valor total é de R$ 240 mil. São vídeos, podcasts, e-books, mostras fotográficas digitais, exposições virtuais de artes, partituras, composições musicais, web artes, dramaturgia, roteiros, mapeamentos, mesas redondas, entre outros. Cada projeto vencedor dará R$ 5 mil em prêmio. Os envelopes serão abertos no dia 11 de novembro.

Prefeitura de Maringá